SINDICATO DOS TRABALHADORES DO SERVIÇO PÚBLICO MUNICIPAL DE CAMPINAS
SÍGA-NOS
NOTÍCIAS
06/02/2019

Obras de Paulo Freire são bem vistas no exterior e desqualificadas pelo Governo Brasileiro

Absurdo: Governo não reconhece as contribuições pedagógicas de Paulo Freire.


As obras do educador Paulo Freire (1921-1997) são reconhecidas pela sua importância na área de pedagogia em diversos países e o seu legado é estudado em universidades dos EUA, da Suécia, da Suíça, de Kosovo, etc. O livro ‘Pedagogia do Oprimido’, por exemplo, escrito por Paulo Freire em 1968 é uma das obras mais citadas em trabalhos acadêmicos na área de humanidades em todo o mundo. Mas, apesar disso tudo, e de ser brasileiro e de ter realizado suas obras com bases em experiências e estudos no Brasil, o atual Governo não reconhece as suas contribuições para educação nacional. E ainda culpa a péssima qualidade do ensino à implantação da pedagogia do educador Paulo Freire. Um absurdo contestado pelos acadêmicos e especialistas em educação.
 
A desqualificação do trabalho acadêmico de Paulo Freire por parte do atual Governo se deve a implicância com o Governo anterior que era de esquerda. Talvez, também, porquê Paulo Freire gostava de fazer referências sobre como a educação de qualidade está ligada a liberdade de expressão e a democracia.
 
De acordo com a matéria da BBC News Brasil, “Paulo Freire: como o legado do educador brasileiro é visto no exterior”, diversos especialistas acreditam que a polêmica sobre a pedagogia de Paulo Freire é devido ao uso político-partidário durante o Governo de esquerda.
 
Entre as diversas opiniões contidas na matéria da BBC News Brasil, está a da Pedagoga Eeva Anttila, professora da Universidade de Artes de Helsinque, da Finlândia, que diz:
 
“A maior vantagem de sua metodologia é a abordagem anti-opressiva e não autoritária, a pedagogia dialógica e respeitosa que ele promoveu. O problema é que suas ideias têm sido usadas para fins políticos – o que, em meu entendimento, nunca foi seu propósito inicial”, disse a finlandesa.
 
Para o STMC, que luta a favor de uma educação com qualidade, Paulo Freire continuará sendo um dos maiores educadores no mundo, independente de qualquer bandeira política.
 
Vale destacar que Paulo Freire tem cerca de 37 obras catalogadas sobre educação e não sobre política. O que está faltando para o atual Governo são as leituras sobre elas.
 
Leia mais sobre a matéria da BBC News Brasil, acesse: https://bit.ly/2t047kD
 


Fonte: STMC

faceBTN
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
«1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12»
fotos
Ateliê Brownie de Pote
SÍGA-NOS
ENDEREÇO: Rua Joaquim Novaes, n°97 - Cambuí - Campinas - SP FONE: (19) 3236-0665